fbpx

Zantex

Metal-Free Suprastructure Material

ZANTEX ™ foi desenvolvido a partir de tecnologias hoje utilizadas em aplicações aeroespaciais e materiais bélicos. É constituído por uma matriz polimérica de alta performance, reforçada com uma densa rede de fibras de vidro dispostas em uma sofisticada rede tridimensional.
Indicado para o uso por técnicos em prótese dental e dentistas na fabricação de superestruturas e arcabouços que oferecem elevada resistência mecânica a próteses dentais totais ou parciais. É biocompatível, não requer tratamento
térmico, é dimensionalmente estável durante o todo o processamento,

Além de apresentar a baixa densidade de 1,9g/cm3, ZANTEX ™ atinge excepcionais propriedades de resistência a tração, compressão e flexão.

CARACTERÍSTICAS COMPÓSITO ZANTEX
  • É biocompatível, não requer tratamento térmico, é dimensionalmente estável durante o todo o processamento
  • Não absorve líquidos no decorrer do tempo, não é friável, e permite um extraordinário nível de liberdade no design de estruturas protéticas.
  • Sua estrutura polimérica assegura extrema adesão a maior parte dos materiais empregados em reabilitações dentais.

PORQUE ESCOLHER ZANTEX?

  • Módulos de resiliência e flexibilidade mais próximos a dentina e ao osso.
  • Superioridade de resistência a fadiga quando comparado a cromo-cobalto e zircônia.
  • Não envolve tratamento térmico: absoluta estabilidade dimensional.
  • Baixa densidade: 4x mais leve que cromocobalto, 3x mais leve que zircônia.
  • Processo produtivo mais rápido e menos oneroso quando comparado a metais fundidos e zircônia.
  • Interface de alto desempenho mecânico para a colagem dos diferentes materiais estéticos (cerâmicos e resinosos)
  • Compatível com a maioria dos equipamentos CNCs dentais de quatro ou cinco eixos.

BENEFÍCIOS ZANTEX

LIBERDADE DE DESIGN

As propriedades físico-químicas do compósito Zantex permitem a mais elevada liberdade no design das mais variadas estruturas protéticas sobre dentes e implantes. Ainda que se recomende a adoção de dimensões sob a maior secção que cada caso clínico permita, é possível que se adote uma
espessura mínima de apenas 0,6mm quando necessário. Não sendo um material friável, permite o desenho de preparos com terminações que privilegiem estética e resistência.

 

PARÂMETROS DE FRESAGEM

Zantex, em sua apresentação em arco, foi desenvolvido para ser desenhado e ajustado manualmente, através de instrumentos rotatórios de laboratório (pedras, brocas de Carborundum, Carbide ou diamante). Já as apresentações em disco, são compatíveis com usinagem CAD/CAM nos principais equipamentos de 4 e 5 eixos existentes no mercado. Parâmetros de fresagem definidos por cada fabricante podem ser executados a seco ou sob refrigeração, determinando que a estrutura finalizada possa receber diferentes revestimentos estéticos sem a necessidade de qualquer tratamento térmico.

ADESÃO A ZIRCONIA, DISSILICATO DE LÍTIO,
PMMA E RESINAS FOTOPOLIMERIZÁVEIS

Jateamento da superfície do ZANTEX com pó de alumina entre 80-130 microns sob uma pressão de 2 bar, (29psi). Limpe cuidadosamente a superfície com um fluxo suave de vapor pressurizado. Seque completamente com etanol. Use as recomendações de ligação do fabricante para cada material. Todas as áreas expostas Zantex que podem entrar em contato com a gengiva devem ser seladas (use o GC OptiGlaze ou equivalente).

 

ADESÃO DIRETA DE PMMA AO ZANTEX

Jateamento da superfície do ZANTEX com pó de alumina entre 80-130 microns sob uma pressão de 2 bar, (29psi). Limpe cuidadosamente a superfície com um fluxo suave de vapor pressurizado. Seque completamente com etanol. Aplique o adesivo de ligação recomendado pelo fabricante. Aplique o compósito e endureça na peça Zantex. Todas as áreas expostas Zantex que podem entrar em contato com a gengiva devem ser seladas (use o GC OptiGlaze ou equivalente).

X