fbpx

Zantex

Para Reabilitações Protéticas Dentais

ZANTEX foi desenvolvido a partir de tecnologias hoje utilizadas em aplicações aero-espaciais e materiais bélicos. É constituído por uma matriz polimérica de alta performance, reforçada com uma densa rede de fibras de vidro dispostas uma sofisticada rede tridimensional. Indicado para o uso por técnicos em prótese dental e dentistas na fabricação de superestruturas e arcabouços que oferecem elevada resistência mecânica a próteses dentais totais ou parciais. Mesmo apresentando a baixa densidade de 1,8g/cm3 ( sete vezes mais leve que o cromo cobalto ), ZANTEX  atinge excepcionais propriedades de resistência a tração, compressão e flexão. Adicionalmente, é biocompatível, não requer tratamento térmico, é dimensionalmente estável durante o todo o processamento, não absorve líquidos no decorrer do tempo, não é friável, e permite um extraordinário nível de liberdade no design de estruturas protéticas. Sua estrutura polimérica assegura extrema adesão a maior parte dos materiais empregados em reabilitações dentais.

C.A.D. to C.A. M.

Estrutura de Design
Parâmetros padrão utilizados em procedimentos de laboratório dentário pode ser empregado com o ZANTEX TM Arch ou Disk Forms. O desenho das espessuras dimensionais mínimas da parede não devem ser menores que de 0.6mm. Áreas de transição e pônticos devem ter no mínimo 3mm x 5mm. Em áreas onde a estética e a função não são desafiadas, mantenha o desenho da superestrutura sob espessuras para as dimensões máximas possíveis.

Parâmetros de Fresamento
ZANTEX TM em sua apresentação em arco foi desenvolvido para ser desenhado e ajustado usando instrumentos rotatórios de laboratório, tais como pedras, brocas Carborundum, Carbide ou Diamond. Na apresentação em disco de ZANTEX TM (98 mm x 17 mm), é compatível com a maioria dos equipamentos CNCs dentais de quatro ou cinco eixos. Basta seguir os parâmetros de fresagem e diretrizes pré-definidos pelo fabricante. Pode ser fresado a seco ou sob refrigeração, ajustando-se apenas os parâmetros de velocidade e pressão. Brocas diamantadas de boa qualidade são geralmente preferidas para fresagem ideal.

• Levíssimo
• Metal Free / Biocompatível
• Não troca íons no meio bucal
• Compatível com tecnologias CAD/CAM
• Elevado nível de liberdade no design
• Alta resiliência, muito superior as zircônias
• Alta resistência a tensão
• Excelentes características flexurais e compressivas
• Não requer tratamento térmico: tempo de trabalho reduzido sob total estabilidade dimensional.

Depois de cortar e/ ou fresar o material ZANTEX ™, os pilares cosméticos e restauradores são colados e cimentados na estrutura final de reforço ZANTEX ™. e Ambas as apresentações de ZANTEX ™ são compatíveis com vários agentes e materiais de ligação. Os procedimentos de ligação podem variar.

Adesão a Zircônia
Jateamento da superfície do ZANTEX ™ com pó de alumina entre 80-130 microns sob uma pressão de 2 bar, (29 psi). Limpe cuidadosamente a superfície com um fluxo suave de vapor pressurizado. Seque completamente com etanol. Use as recomendações de ligação do fabricante para Zircônia: Silano, Primer e Dual Cure Cement. Todas as áreas expostas ZANTEX TM que podem entrar em contato com a gengiva devem ser seladas (use o GC OptiGlaze® ou equivalente).

Adesão a Dissilicato de Lítio
Li jato de areia a superfície ZANTEX TM com pó de alumina entre 80-130 mícrons sob uma pressão de 2 bars, (29 psi). Limpe cuidadosamente a superfície com um fluxo suave de vapor pressurizado. Seque completamente com etanol. Use as recomendações de ligação do fabricante para Dissilicato de Lítio: Silano, Primer e Dual Cure Cement. Todas as áreas expostas ZANTEX ™ que podem entrar em contato com a gengiva deve ser selada (use o GC OptiGlaze® ou equivalente).

Adesão com Composto PMMA
Lixe com jato de areia a superfície ZANTEX™ com pó de alumina entre 80-130 mícrons sob uma pressão de 2 bar (29 psi). Limpe cuidadosamente a superfície com um fluxo suave de vapor pressurizado. Seque completamente com etanol. Aplique Primer e Bond com Cimento Dual Cure de acordo com as recomen­dações do fabricante. Todas as áreas expostas ZANTEX TM que podem entrar em contato com a gengiva devem ser seladas (use o GC OptiGlaze® ou equivalente).

Composto/ PMMA-pode ser aplicado diretamente ao ZANTEX como material de reforço.
Jateamento de areia a superfície ZANTEX TM com pó de alumina entre 80-130 mícrons sob uma pressão de 2 bar (29 psi). Limpe cuidadosamente a superfície suavemente com um fluxo suave de vapor pressuriza­do. Seque completamente com etanol. Aplique o adesivo de ligação recomendado pelo composto ou fabricação de PMMA. Aplique o compósito e endureça na peça ZANTEX™. Todas as áreas expostas ZANTEX TM que podem entrar em contato com a gengiva devem ser seladas (use o GC OptiGlaze® ou equiva­lente).

Material ZANTEX (em Arch ou Disk Forms) exibe um grau de resistência, elasticidade e dureza que o tornam um excelente escolha não metálica para estruturas em restaurações de implantes fixos (fixo ou removível).

Propriedades do Material:
Resistência à Tração …………………….. 310 / 279 MPa
Força de cisalhamento …………………. .48 MPa
Força Flexural ……………………………… .448/359 MPa
Módulo Flexural ……………………………. 20/18 GPa
Força de Compressão ………………….. .455 MPa
Resistência ao Impacto lzod …………. .4.2 / 3.9 J / cm
Dureza Rockwell (escala M) …………… 98
Gravidade Específica ……………………. 1.9

Teste de Biocompatibilidade:
Citotoxicidade in vitro …………………….. ISO 10993-5: 2009
Irritação e Sensibilização da Pele …… ISO 10993-10: 2010
Toxicidade sistêmica ……………………… ISO 10993 -11: 2017
Caracterização Química de Materiais …. lSO 10993-18; 2005

Teste Mecânico:
Resistência Flexural e Módulo ……….. ASTM D790-17
Resistência à Tração …………………….. ASTM D638 -14
Força de cisalhamento …………………… ASTM D732-17
Resistência ao Impacto lzod ………….. ASTM D256-10 (2018)